Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, dezembro 05, 2012


Resenha: Predestinados

Comments
Oi gente, vocês estão derretendo com esse calor como eu ou aí está mais tranquilo?
Do fundo do coração, espero que não estejam, a situação aqui está complicada rs... Vamos a resenha de hoje!

Autora: Josephine Angelini
Editora: Intrínseca
ISBN: 978858057220-9
Páginas: 315
Ano: 2012

Sinopse: Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa da sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue e tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen que matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos. À medida que descobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida só à sua vontade, mas as forças e tradições ancestrais.
Predestinados é inspirado na Ilíada, de Homero.


Quando vejo que um livro tem um pouquinho que seja de mitologia grega meus olhos já brilham, e obviamente eu corro para garantir este livro pra mim. Quando vi que Predestinados tinha um pé na mitologia grega já me empolguei com a leitura, confesso que o livro não foi nada do que esperava, mas isso não quer dizer que isso seja negativo.

A personagem central de "Predestinados" é Helen, uma jovem que sabe que há algo diferente com ela, porém tenta de todas as maneiras possíveis disfarçar isso, cuida sempre para ser discreta, tanto na escola como fora dela. Essa discrição estava funcionando, até que a família Delos chegou na cidade, e com isso ficou mais difícil disfarçar suas particularidades. Toda vez que um dos Delos se aproxima de Helen, surgem três mulheres chorando lágrimas de sangue, além de uma vontade louca de atacar os membros da família, o mais complicado é evitar eles agora, já que parte da família estuda no mesmo colégio que ela.

O enredo é bom, embora vi muita semelhança em alguns livros que li, sabe quando você lê e tem a impressão de que já viu isso em algum lugar, mas não consegue se recordar da onde, pois é, muitas passagens me eram familiares, a relação dos protagonistas, o jeito que a família que cada um é estruturada, as particularidades de cada um. Enfim, era como mais do mesmo sem saber da onde.

Porém, mesmo com essa familiaridade o livro agrada, envolve o leitor e instiga sim a curiosidade para os próximos capítulos, afinal as semelhanças estão presentes somente nas atitudes os personagens, o enredo é ótimo, a influência das histórias dos deuses gregos é fantástica.
A narrativa do livro é bem dinâmica, os diálogos bem construídos e os detalhes na medida certa, é um livro que comecei a leitura e só parei quando terminei a última página, bem envolvente mesmo.

Quanto a capa, é linda, porém se fosse avaliar só pela capa, esperava um história totalmente diferente. E "O destino os uniu, os deuses os separaram" impresso na capa é um belo motivo para instigar a leitura.

Para aqueles que gostam de livros que tratam do sobrenatural, e claro uma dose de romance super recomendo.

Beijos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base