Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, dezembro 20, 2012


Resenha: Os deixados para trás

Comments
Bom dia gente!
Como anda os preparativos para as festas de fim de ano? Divulgaram bem as listas de livros desejados?

Autor: Tom Perrotta
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580572148
Páginas: 317
Ano: 2012

Sinopse: O que aconteceria se, de repente, sem nenhuma explicação, pessoas simplesmente desaparecessem, sumissem no ar? É o que os perplexos moradores de Mapleton, que perderam muitos vizinhos, amigos e companheiros no evento conhecido como Partida Repentina, precisam descobrir. Desde o ocorrido nada mais está do mesmo jeito - nem casamentos, nem amizades, nem mesmo o relacionamento entre pais e filhos. O prefeito da cidade, Kevin Garvey, quer acelerar o processo de cura, trazer um sentimento de esperanças renovadas e propósito para sua comunidade traumatizada. Ainda que sua família tenha sido desfeita com o desastre: sua esposa o deixou para se juntar a um culto cujos membros fazem voto de silêncio; seu filho, Tom, abandonou a faculdade para seguir um profeta duvidoso chamado Santo Wayne; e sua filha adolescente, Jill, não é mais a dócil estudante nota dez que costuma ser. Em meio a tudo isso, Kevin ainda se vê envolvido com Nora Durst, uma mulher que perdeu toda a sua família no 14 de Outubro e continua chicada com a tragédia, apesar de se esforçar para seguir adiante e recomeçar a vida.


Imagine uma situação em que sem motivo algum a pessoa bem ao seu lado some, e não é virar as costas e sair, simplesmente sumir no ar, como se tivesse evaporado. E foi isso que aconteceu no 14 de Outubro, várias pessoas sumiram e ninguém consegue explicar como, nem mesmo as testemunhas presentes no momento desta tragédia.
Por consequência, a cidade de Mapleton entra em crise, e cada um tem sua maneira de superar esta perda, e é exatamente isso que o livro mostra, o comportamento dos Deixados para Trás.

Cada pessoa lida com a perda de um jeito, há os revoltados, que afirmam que foram esquecidos por um deus e que isso não é justo, os que simplesmente pararam na vida por conta do desastre, outros criam cultos, enfim todos acabaram sendo afetados, seja por algum amigo próximo ou alguém de dentro da própria casa.

Mesmo a ideia seja mostrar apenas o que aconteceu com os que ficaram eu senti falta de uma explicação maior sobre essas pessoas que sumiram, em nenhum momento esse ponto de vista é explorado. Vez ou outra é narrada uma cena com essas pessoas, mas isso acontece quando um personagem está remoendo o passado, relembrando algum momento com os familiares e raríssimas as vezes em que é narrado o momento desse sumiço inesperado.

Neste livro não temos um personagem principal, embora a maioria dos acontecimentos giram em torno do prefeito Kevin e seus familiares, todos os personagens tem seu espaço e contribuem de maneira igual para o desenvolvimento do livro, e mesmo com esse complemento entre um personagem e outro algo no livro deixou a desejar, a narrativa acaba sendo cansativa. O enredo é interessante, mas não funcionou como livro. Tom Perrotta está adaptando o romance para uma série na HBO, creio que como seriado irá funcionar mais, tem potencial para isso.

"Deixados para Trás" acaba sendo uma trama sem muito o que esperar, não ficamos ansiosos para o final, não há aquela necessidade em saber os desfechos de cada personagem, são pessoas que sofreram com uma grande perda e agora tentam retomar suas vidas, é apenas a narração do cotidiano dessas pessoas e como elas estão trabalhando para superar essas mudanças drásticas.

Ah, e a Intrínseca fez duas versões da capa, confiram a segunda:


Então é isso galera, se vocês querem conhecer a história antes que vire seriado, recomendo a leitura.

Beijos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base