Ocorreu um erro neste gadget

domingo, dezembro 30, 2012


Filme: Millenium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres.

Comments
Olá amigos, 

Para fechar bem o ano de 2012 no tocante ao cinema, eis um bom título para finalizar minhas postagens desse ano: “Millenium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres” (The Girl with the Dragon Tattoo).

Baseado no romance homônimo do escritor sueco Stieg Larsson, o filme é um dos melhores que assisti esse ano. Um thriller policial impactante e envolvente. Só não sei o motivo do título no Brasil não ser "A Garota com a Tatuagem de Dragão" o que, em minha humilde opinião, seria mais coerente com os demais títulos da trilogia, que fazem referência à personagem Lisbeth Salander.

Apesar de não ter lido a trilogia - coisa que pretendo fazer dentro em breve - já havia assistido a versão sueca do filme. Quando anunciaram que David Fincher iria dirigir um remake norte-americano eu fiquei empolgado e aguardei. Nunca uma espera foi tão bem recompensada, a versão de Fincher é soberba.

Não irei comparar aqui as duas, por vários motivos. Fiquei surpreso com a atuação de Rooney Mara como Salander, visto que Noomi Rapance tinha dado a essa extraordinária personagem feminina um carisma tal que acabou sendo convidada a revivê-la na versão americana, convite que ela recusou. Mara conseguiu, se não superar, igualar-se em talento à Rapance. Logo, Lisbeth Salander, a personagem feminina mais forte e conturbada da literatura mundial nos últimos anos, ganhou duas intérpretes fortes.

Bem, vamos ao que interessa:

Na trama de "Millenium" acompanhamos o jornalista Mikael Blomqvist (vivido por Daniel Craig) que após ter sua reputação arruinada em um processo por difamação contra o corrupto e escorregadio empresário  Hans-Erik Wennerström, decide trabalhar em uma investigação particular para o poderoso magnata sueco Henrik Vanger, em troca de informações que possam desmascarar Wennerström.

A missão não é nada fácil: Mikael deve investigar o assassinato da jovem Harriet, sobrinha de Vanger, desaparecida há quarenta anos. A suspeita do patriarca é de que ela foi morta por algum membro da família e o assassino, talvez para torturá-lo, lhe envia todos os anos um presente peculiar, um que só a jovem oferecia.

Ao iniciar a investigação, Mikael não imaginava que iria mergulhar em uma escuridão tão grande. Indícios encontrados por ele levam a crer que a jovem foi vítima de um assassino em série ritualístico, cujas primeiras vítimas eram todas mulheres de origem judia, mortas entre os anos de 1947 e 1967.

Agora, investigando esse passado sombrio em busca de respostas sobre o que de fato aconteceu com Harriet, Mikael faz uma terrível descoberta: o assassino ainda está vivo e mais próximo do que ele imagina.

Para a sorte de Mikael, ele não embarca nessa missão sozinho. A jovem e incomum Lisbeth Salander, uma hacker talentosíssima, com memória fotográfica e muita determinação, decide ajudá-lo a desvendar esse mistério.

Lisbeth em si é um mistério à parte, a jovem de 23 anos é tutelada pelo governo sueco por ser considerada mentalmente incapaz em decorrência de fatos não muito claros ocorridos em sua infância. Como tutelada, ela possui um tutor responsável por gerir suas finanças e produzir relatórios sobre seu comportamento e vida. Ocorre que o novo tutor de Lisbeth quer algo mais dela: em troca de liberar dinheiro, o canalha passa a extorquir favores sexuais dela, chegando ao ponto de violentá-la. Mas Lisbeth não é a típica mocinha dos filmes, ela tem garras e sabe dá o troco.

Juntos, Mikael e Lisbeth formam uma dupla implacável em busca da verdade. 

Gostei muito do filme, ele possui algumas diferenças em relação ao sueco, mas isso só contribui para garantir uma nova experiência para o espectador. Uma direção grandiosa, um elenco de primeira, uma trilha sonora de arrepiar e uma história ao melhor estilo noir mas à sueca, "Millenium - Os Homens Que não Amavam as Mulheres" entrou para a minha lista de futuras aquisições. Quero tê-lo em minha coleção.

Elenco: Daniel Craig, Rooney Mara, Christopher Plummer, Stellan Skarsgard, Steven Berkoff, Joely Richardson.

Postado por Max.

Também publicado no blog: http://maxliteratura.blogspot.com.br/

Trailer:
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base