Ocorreu um erro neste gadget

domingo, novembro 25, 2012


Resenha: O Azarão

Comments
Oi gente, como estamos?
Sei que estou sumida por aqui, mas ando nuns dias complicados, muita coisa, pouco prazo, e assim a vida corre... Mas não vou ficar reclamando minha vida para vocês, vamos a resenha de hoje:

Autor: Markus Zusak
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 9788528616439
Páginas: 176
Ano: 2012

Sinopse: Antes de tornar-se mundialmente conhecido, Markus Zusak escreveu uma trilogia de sucesso que somente agora está sendo publicada no Brasil. O primeiro título chama-se O Azarão. Fãs de A menina que roubava livros não podem deixar de ler os romances que iniciaram a carreira estelar desse autor. Narrado em primeira pessoa, o livro apresenta a história de Cameron Wolfe. um garoto de 15 anos, perdido na vida e que vive às turras com a família. Trabalha com o pai encanador e sua mãe está sempre brigando com os filhos, na pequena casa onde todos moram juntos, Steve é o mais velho e mais bem sucedido. Sarah é a segunda e está sempre dando uns amassos com o namorado. Rube é o terceiro e o mais próximo de Cameron . Os dois, além de boxeadores amadores, vivem armando esquemas para roubar lojas e outros locais do tipo. Contudo, os planos nunca saem do papel. Uma história sobre a vida se sobre as lições que dela podem ser tiradas. Um romance de formação que exibe um jovem incorrigível, infeliz consigo mesmo e com sua vida.

"Que garota que se respeita podia me suportar? Cabelo sempre bagunçado. Mãos e pés sujos. Sorriso torto. Que andava marcando, preocupado. Não. definitivamente, isso não era bom. Nada disso."

Minha primeira experiência com Markus Zusak não poderia deixar de ter sido outra senão "A menina que roubava livros" isso há muito tempo atrás, claro que me encantei com a narrativa, só que acabei abandonando o livro, como disse a narrativa é incrível, porém passava tanta emoção, tão forte e eu não estava no momento para este tipo de leitura e acabei desistindo.
Depois me deparei com "Eu sou o mensageiro", e me encantei, adorei o livro, e a partir daí fiquei muito curiosa em ler mais do autor, e agora tenho em mãos "O Azarão", e novamente cai nos encantos do autor.

O Azarão traz uma escrita bem mais básica se comparado com os demais livros do autor, porém não deixa de ser um livro que envolve o leitor com a narrativa. Aqui encontramos o cotidiano de Cameron, narrado em primeira pessoa e sem muita riqueza de detalhes. Acompanhamos sua convivência com a família, seus comportamentos e claro suas paixões.
O autor não descreve tanto os personagens, aos poucos vamos compreendendo cada um através das situações que Cameron vivencia.

A narrativa é leve, direta e sem muitas firulas, mas nem por isso deixa de ser um livro completo. Poucas páginas, porém fica claro que muitas páginas não é sinônimo de qualidade. Com pouco menos de 200 páginas nos encantamos, angustiamos e ficamos cada vez mais curiosos com o cotidiano simples de Cameron.

Embora não é o primeiro livro do autor aqui no Brasil, este foi a primeiro publicado lá fora, aqui a editora responsável é a Bertrand Brasil e fez um ótimo trabalho quanto a diagramação. A capa é incrível e é um livro que chama a atenção na estante.

Recomendo este livro para todos que já leram algo do autor e gostou, se leu a "A menina que roubava livros" e achou a escrita do autor densa, indico também, afinal aqui o modo que a história é desenvolvida é outro. Enfim, uma ótima leitura!

Beijos
Lis

/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base