Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, julho 05, 2012


Resenha: Cante para eu dormir

Comments
Hey galera, tudo certo?
Todo mundo já está de férias? Esse período lindo que nos faz ter esperanças de colocar a leitura em dia?
Bom, vamos a resenha de hoje:

Autora: Angela Morrison
Editora: Pandorga
ISBN: 9788561784133
Páginas: 253
Ano: 2011

Sinopse: Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bullying e passa toda a sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a solista do coro de meninas de Ann Arbor e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não o merece, mas quer experimentar, mesmo estando a milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em casa coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura.


Essa é uma resenha difícil de escrever, tanto que li o livro já tem umas duas semanas e ainda não consegui escrever algo digno sobre ele, mas de hoje não passa.
Beth sempre foi hostilizada pelo pessoal da escola em que estuda devido a sua aparência, mas o que eles não sabem é a incrível voz que ela esconde. Embora ela participe tanto das aulas de canto da escola como do coro de meninas Ann Arbor acaba escondendo o talento que tem por achar que será tratada com desprezo por conta da sua aparência.

O que dizer de um livro que te emociona do começo ao fim? Sofri com o modo que a nossa protagonista sofria, era ridicularizada na escola, chamada de fera, sempre foi alvo de piadinhas sem graça, aquele tipo de bullying que acaba com a pessoa e realmente traumatiza, e a única coisa que ela fez contra isso foi aceitar e sempre fazer o mínimo para chamar atenção das pessoas.
Devido ao fato dela se desvalorizar por conta dos outros em alguns pontos Beth acaba sendo um pouco chata, porém se for analisado tudo que Beth passou conseguimos compreender seu comportamento.

"Ao menos sei cantar. Puxei ao lado da mamãe. Posso não ter a aparência de um pássaro canoro - pareço mais uma cegonha -, mas se você fechar os olhos, vai achar lindo." Página 8

Mas as coisas mudam quando ela solta a voz no ensaio e acaba conseguindo o posto de solista e garantindo uma vaga em uma competição na Suíça, e é aí que começa os problemas, pois as outras meninas do coro querem transformar Beth, transformá-la fisicamente. Acho tão triste esta necessidade de estar de acordo com o que a sociedade de impõe de padrões de beleza. Creio que a transformação foi tão deprimente quanto ao bullying que ela sofreu a vida toda, imagine você ter que se transformar para poder cantar que é realmente o que você gosta de fazer.

Embora Beth se aceita como "Fera", Scott seu amigo de longa data não a vê desse modo, sempre faz elogios e está presente ao lado dela, porém mesmo tendo esse grande companheiro durante toda sua vida é por Derek que ela se encanta, ele também um cantor talentoso e é concorrente de Beth na Suíça e é lá que se tem início o romance dos dois.
E o que dizer desse romance? Bom, primeiro que ele aconteceu de uma maneira muito rápida, eu já falei isso por aqui, mas vale repetir, gosto de entender como as coisas acontecem, acompanhar o desenvolvimento e nisso o livro peca, pois faltou um pouco de amadurecimento da relação dos dois, porém em contrapartida o amor dos dois, posto de uma maneira tão intensa, mesmo rápido é encantador.

Com exceção deste amor devotado quase instantâneo o livro é bem construído e dinâmico, os personagens marcantes com suas individualidades e uma narrativa ótima que faz o leitor começar o livro e não querer largar.
O livro emociona? Sim, mas confesso que o que realmente me fez chorar foi a inspiração que a autora teve para o livro, então queridos não encerrem a leitura no fim da trama, continue os agradecimentos que tenho certeza que além de emocionar irá despertar a curiosidade de vocês.

Beijos
Lis

/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base