Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, junho 13, 2012


Resenha: Não fomos nós dois

Comments
Oi gente, como estamos?
Disse na outra resenha que estava feliz com o frio por aqui, mas acho que ele desconfiou da meu bom humor e já foi embora. É justo uma coisa dessas gente? Enfim, vamos a resenha...


Autor: Tiago Gonçalves
Editora: Edium Editores
ISBN: 9789897010736
Páginas: 75
Ano: 2011

Sinopse: O desespero de Julio empurra-o para Mafalda, uma jovem experiente terapeuta habituada a lidar com inquietos desenquadrados sociais. A relação flui com a natural química de um aparente jogo predestinado, mas as suas convicções são tão diferentes como as suas personalidades.
A afinidade e complementaridade entre ambos é demais evidente, mas será que os seus caminhos se juntarão ou, pelo contrário, eles nunca se aproximarão?
Nestas páginas não só poderá encontrar a resposta, mas também toda a história entre ambos que alternam entre si a narração de como tudo se passou.

Este é o segundo livro do autor, o primeiro, De Uma Só Sorte já foi resenhado aqui no blog. Neste segundo trabalho do autor conhecemos Mafalda e Julio, ela uma terapeuta e ele seu paciente, os dois possuem diferenças gritantes, enquanto ela é mais focada em seus objetivos e sempre prática 

O modo que o autor escreve é bem interessante, em seu primeiro livro já tinha deixado claro que consegue muito com poucas palavras e agora ele realmente me convenceu disso. Portanto não se engane com as poucas 75 páginas, pois apesar de poucas temos uma narrativa rica que é impossível não se envolver com o cotidiano de Mafalda e Julio.

Uma coisa que chama muito atenção na narrativa é o fato de não haver diálogos e mesmo assim o leitor compreende a ligação entre os dois. Isso mostra que quando um livro é bem trabalhado não há necessidade de inúmeros diálogos para garantir o dinamismo do mesmo.

"Ela pergunta-me o que penso da morte, respondo que considero ser a única  coisa justa nesta sociedade gerida por minorias que definem as maiorias. Prossigo que a própria morte nos iguala a todos, pois durante a vida são constantes as nossas desigualdades e desvantagens." Página 32

Outra coisa que merece destaque é o trabalho da editora, a capa é linda, a ilustração é contínua, e as páginas são feitas de um papel mais grosso, e daquele tom um pouco amarelado o que é ótimo pois não cansa a vista na leitura.

Enfim, o livro é ótimo, só uma pena ainda não ter uma editora aqui no Brasil, mas você pode acessar o site do autor que lá tem link direto para compra.

Beijos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base