Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, junho 05, 2012


Resenha: Gregor, o guerreiro da superfície

Comments
Oi gente!
Fim de semestre e já começa a correria não é mesmo?! Vou tentar agendar alguns posts pessoal, mas já adianto que estou com poucos prazos, se eu sumir não se assustem.

Autora: Suzanne Collins
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501981865
Páginas: 304
Ano: 2008

Sinopse: O pai de Gregor, de 11 anos, desapareceu há mais de dois anos, o que tornou a vida do menino muito difícil. Mas tudo se complica ainda mais quando ele cai através de um duto na ventilação na lavanderia do prédio onde mora, e encontra um estranho grupo de humanos e animais gigantes numa missão que pode salvar o Subterrâneo além de ser a única saída para encontrar seu pai.



Eu não sou tão boa quando se trata em criar coisas, acho que nisso minha criatividade é um tanto quanto limitada, então fico impressionada na capacidade que alguns autores tem em transformar uma coisa simples em algo fantástico, algo repugnante em algo adorável, tudo depende de uma boa dose de criatividade e isso a autora Suzanne Collins tem de sobra.

Gregor é o nosso personagem principal dessa série, um garoto que há dois anos não tem notícias do pai, certo dia ele saiu e não voltou mais, desde então Gregor assumiu várias responsabilidades em casa, entre elas cuidar da encantadora Boots, sua irmã mais nova. 
Certo dia cumprindo suas obrigações em casa Gregor acaba caindo em um mundo subterrâneo inimaginável. Um lugar em que ratos e baratas tem um tamanho um "pouco" exagerado, e que nem sempre são amigáveis. E há humanos neste submundo também, porém um pouco diferentes dos que encontramos na superfície, todos muito pálidos além de ter um olho de uma cor violeta intensa.
O garoto a principio até tenta encontrar um modo de sair daquele lugar muito estranho, mas começa a acreditar que há grandes chances de solucionar o mistério do sumiço do seu pai.

Viu como não exagerei em admirar a criatividade da autora? Neste livro encontramos um universo totalmente novo, baratas que na nossa realidade não passam de insetos nojentos e aqui se transformam em bichos grandes, mas adoráveis. 
A autora criou um universo tão bem caracterizado que é impossível não se prender no mundo subterrâneo durante a leitura, é como se a partir do momento em que abrimos o livro entramos neste universo e ficamos lá presos com o nosso protagonista.

Os personagens foram todos muito bens construídos, porém sempre encontramos algumas controversas, como disse Gregor tem 11 anos, porém seu comportamento não condiz com sua idade, sei que deve ser levado em conta que na trama criada pela autora coisas como desaparecimento do pai dele, o comprometimento em assumir responsabilidades em que uma criança na sua idade não assumiria faria com que qualquer um amadurecesse porém achei ele muito mais maduro do que se espera de uma criança, assim ficando um pouco fora da realidade.

Ademais temos vários personagens ótimos, a Boots, irmã de Gregor é uma fofa, vontade de materializar ela e apertá-la toda vez que ela aparece em um diálogo, a futura rainha Luxa que tem seus momentos de simpatia mas que seus momentos de acidez são ótimos, entre outros, se eu for ficar traçando cada característica dos personagens vocês vão acabar cansando...

Minha recomendação?
Leia o livro claro! É para um público mais jovem do que Jogos Vorazes, porém não impede que qualquer um se encante pela obra, independente da idade.

Beijos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base