Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, maio 02, 2012


Resenha: Arma de Vingança

Comments
Oi gente!
Está todo mundo bem?
A resenha de hoje é de um livro nacional. O autor também é blogueiro literário, e para quem não conhece, vale o clique no blog dele: Literatura de Cabeça. Bom, 'bora' para a resenha.


Autor: Danilo Barbosa
Editora: Baraúna
ISBN: 9788579233647
Páginas: 278
Ano: 2011

Sinopse: O que você seria capaz de fazer por Vingança? Ana teve sua vida destruída. Mentiras, traições, dor, crime e morte deixaram nela marcas que o tempo nunca poderia apagar. Havia acabado a inocência de criança. Surgia naquele instante uma mulher pronta para ser a perfeita Arma de Vingança. Sua ira se voltaria contra todos aqueles que acharam que ela estava morta. Usaria de todos os meios possíveis para executar o seu plano. Iria mentir, enganar, seduzir e trair... Sem remorso ou pena. Afinal, esta não é uma história de amor.


Pela sinopse podemos perceber que temos um enredo um tanto quanto tenso não é mesmo?
O livro narra a história de Ana, uma jovem que não foi feliz em seus relacionamentos e carrega muitos traumas por conta deles.

Durante o livro acompanhamos com detalhes o amadurecimento do seu envolvimento com Ricardo, e como um lindo romance se transformou em seu pior pesadelo, fazendo reviver de uma maneira bem pior o seu relacionamento anterior.

Ela sofreu, foi humilhada e abusada. Isso acaba transformando a boa moça, que sempre acreditou nos outros, em uma pessoa fria, cujo o único objetivo é se vingar de quem de alguma maneira a prejudicou.

O livro é todo em primeira pessoa, tendo em maioria a narração feita pela Ana, e de uma forma tão intensa que fica impossível não se compadecer pela sede de vingança da personagem e apoia-la em suas atitudes. É como se todas as emoções de Ana fossem passadas ao leitor.

Alguns trechos são narrados por outros personagens, o que foi bem útil para entender a linha de raciocínio dos outros envolvidos na vida da protagonista. Embora eu seja fã de narrativas em primeira pessoa elas, normalmente, tem a desvantagem de nos fazer compreender mais a fundo somente um personagem, porém, com essa intervenção de terceiros que o autor fez, acabou sanando esses problemas. Temos nosso foco voltado para Ana, com sua narrativa, mas também conhecemos a mente dos outros personagens essenciais para a história.

Arma de Vingança é uma obra fictícia, porém muita coisa do livro deve ser levada em conta como um reflexo da sociedade atual. 
O machismo, que é tão evidente nos dois personagens masculinos principais, é bem real.
Inúmeras são as situações em que os homens enxergam a mulher como um objeto de sua propriedade e sempre tendo que ser submissa a eles, não como uma companheira, uma pessoa igual a ele. E isso acaba resultando na violência que estamos cansados de ver nos noticiários.

E quanto a Ana, ela é o melhor exemplo que tenho da Lei de Talião: "Olho por olho, dente por dente". Ela se tornou fria para responder a altura de como foi tratada. A sociedade querendo ou não acabou moldando ela para se enquadrar no círculo de pessoas que a cercavam.

Vale saber se é válido pagar na mesma moeda. E sempre fica a pergunta: dá para culpá-la de tudo que ela fez ou sua vingança realmente é justa?
Tire suas conclusões lendo o livro! Recomendadíssimo.

Beijos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base