Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, janeiro 05, 2012


O Trono de Fogo

Comments
Hey gente!!!
Desculpe a ausência, começo de ano parece que é tudo meio corrido, espero que 2012 tenha começado ótimo para todos vocês.

Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580570922
Páginas: 398
Ano: 2011

Sinopse: Os deuses do Egito Antigo foram libertados, e desde então Carter Kane e sua irmã, Sadie, vivem mergulhados em problemas. Descendentes da Casa da Vida, ordem secreta que remonta à época dos faraós, os dois têm poderes especiais, mas ainda não os dominam por completo – refugiados na Casa do Brooklin, local de aprendizado para novos magos, eles correm contra o tempo. Seu inimigo mais ameaçador, Apófis, está se erguendo, e em poucos dias o mundo terá um final trágico. Para terem alguma chance de derrotar as forças do caos, precisarão da ajuda de Rá, o deus sol. Despertá-lo não será fácil: nenhum mago jamais conseguiu. Carter e Sadie terão de rodar o mundo em busca das três partes do Livro de Rá, para só então começarem a decifrar seus encantamentos. E, é claro, ninguém faz ideia de onde está o deus.



O Trono de Fogo é o segundo volume da série “As Crônicas de Kane”, sendo assim aqui você encontrará spoilers do primeiro volume A Pirâmide Vermelha que já foi resenhado aqui no blog, e caso você ainda não leu, é só clicar aqui.

Sadie e Carter passaram por um grande sufoco na Pirâmide Vermelha para enfrentar Set, o deus do mal, e agora o perigo é maior, o deus do caos está ganhando força, e Maat (ordem do universo) pode estar correndo um grande risco.

O mundo está prestes a acabar, e sim no sentido literal da palavra, Apófis o deus do caos está retomando seu poder, e a única maneira para Sadie e Carter impedir isto é despertar Rá, o deus sol, porém essa tarefa não será nada fácil. O maior problema deles é que o tempo é curto, o fim do mundo pode acontecer em até cinco dias.
Temos novos personagens na aventura dos irmãos Kane, alguns só são mencionados poucas vezes, e outros com maior participação como Jaz com uma grande facilidade com poderes de cura e Walt com um talento para produzir amuletos, porém aparenta estar escondendo alguma coisa dos dois.

Os dois irmãos amadureceram neste segundo livro, mas a evolução de Sadie ficou bem mais evidente do que a de Carter, tanto em sua magia como em sua personalidade, porém sem perder o seu bom humor e sua fixação por Anúbis, o deus dos funerais e da morte. Embora, agora, o deus parece que ganhou um concorrente.

O trabalho do autor com a cultura egípcia foi muito bem elaborado, temos várias referências aos deuses e lendas do Egito, bem mais do que o encontrado no primeiro volume, vários deuses que não apareceram até então agora tem espaço, até um deus anão tem seu grande papel neste livro. O autor também fez  referências a algumas passagens do primeiro livro, o que confesso me deixou meio perdida, tentando buscar na memória o que se passou n'A Pirâmide Vermelha por que faz tempo que li.

A narrativa segue a linha do primeiro livro, como se fosse uma transcrição de um arquivo de áudio, alguns capítulos narrados por Carter outros por Sadie, e tudo bem dinâmico. A única coisa que me irritou é a interferência que um irmão tenta fazer na narrativa do outro.

"[Ha! Você não vai pegar o microfone. Agora é minha vez.]" página 292
"[Não, Carter. Isso não foi um convite para você pegar o microfone. Saia daqui!]" Página 375

A intenção do autor até que foi legal, quis demonstrar que os dois estavam juntos, algumas vezes um irritando o outro. O problema é que Riordan exagerou no uso dos colchetes por assim dizer, o que acaba perdendo a graça e sendo desnecessário.
Tirando esse pequeno probleminha, o livro me cativou por completo, a continuação foi muito bem desenvolvida e o final me deixou super curiosa para o próximo livro. Vamos ver o que nos aguarda.

Beijos
Lis

/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base