Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, novembro 16, 2011


Beijada Por Um Anjo - Elizabeth Chandler (Beijada Por Um Anjo #1)

Comments

Boa noite, querido leitor! Como vai?
Prepare-se para mais uma viagem dentro dos queridos e amados livros. Seja bem-vindo à análise de Beijada Por Um Anjo, primeiro livro da série de mesmo nome, de Elizabeth Chandler.
Mas, antes de começar a viagem, peço que ouçam a música Sultans Of Swing, de Dire Straits, e com muita atenção (não no significado da letra, mas no conjunto). Será útil na avaliação!

Por dentro da história!
Tristan é nadador da escola Stonehill e um dos caras mais populares. Todas querem namorá-lo, tecem sedas e mais sedas de amor por ele, mas existe uma garota que não liga para ele. Ao menos por enquanto...
Ivy é uma garota normal e que não corre atrás dos meninos como a maioria das garotas de sua escola (inclusive suas amigas Beth e Suzanne). Mora com a mãe e o irmão, Philip, de 8 anos, e acredita em anjos.
A mãe de Ivy decide casar-se novamente e com um homem rico, pai de Gregory, um colega de Ivy. O irmão da menina não aceita...
Até que um acidente horrível acontece...
Eu adoraria contar a história inteira para vocês, mas spoiler há em todo lugar, sim? Se quiserem saber mais sobre a história, vejam no skoob. 

Sinopse
Esta é a sinopse do livro no skoob. Ela também será analisada:

Beijada por um anjo é o primeiro volume da série, escrita por Elizabeth Chandler. Ivy sempre acreditou em anjos… Quando ela conhece Tristan, descobre que ele é o amor da sua vida. Quando ele morre, seu coração está quebrado e sua crença em anjos desaparece. E sem essa crença, ela é incapaz de sentir a presença de Tristan, quando ele retorna – como um anjo.Agora, Ivy está correndo um terrível perigo, e Tristan está lutando para salvá-la. Como ele conseguirá protegê-la se ela perdeu a fé em anjos? E se ele conseguir salvá-la, ele terá terminado sua missão aqui na terra e terá que partir para sempre deixando-a para trás. Afinal, Salvar Ivy seria o mesmo que perdê-la justamente quando consegue reencontrá-la?
Esta sinopse não é muito boa, sim? Recordemos a função de uma sinopse:
- Informar o leitor brevemente acerca da história;
- Aguçar sua vontade de ler;

Ao ler a sinopse antes de ler o livro, sobra muito pouco para a história em si. A sinopse entrega boa parte da história - além de ser um tanto clichê, o que leva a parecer que o livro também o é.

Capa
Não há o que reclamar da capa. A cor preta é o maior coringa de todos - e definitivamente combinou com o tom de azul escolhido. A pena caída é um recurso excelente para reforçar com delicadeza o título.

Título
O título entrega um pouco, mas nada que altere a leitura de forma significativa.

Análise da história
Depois de alguns pormenores, vamos à análise da obra em si.
Lembram que pedi para escutarem aquela música ali em cima? Pois é, tenho duas palavras para ela: SIMPLICIDADE E GENIALIDADE.
O livro, em meio a tantos do gênero, não é ruim, mas a autora pecou em adornar a história. Especificando adornos:
1- Ritmo narrativo: ao alternar passado, presente e futuro para potencializar o efeito nostálgico e de suspense. O problema é que esta alteração deixou o livro confuso e um tanto cansativo.
2- Personagens: ao colocar personagens comuns aos livros (receita clássica: Popular + Não liga = Amor), a autora acabou potencializando, sem querer, o efeito clichê que estas literaturas sobrenaturais tem. É algo involuntário, sem dúvida, mas mesmo assim prejudica a leitura.
A máxima do Menos é Mais valeria perfeitamente aqui. Se a autora começasse com um enredo mais simples e enxuto, com certeza este livro seria bem melhor. Mas não é algo para fazê-los desistir! A autora pecou, mas ainda há esperança de redenção nos próximos livros. Já li Jogos do Amor, seu livro na coleção Primeiro Amor, e posso dizer que escrita de Elizabeth Chandler não é ruim.


É isto aí! Eu espero que tenham gostado da resenha, eu a fiz com todo o coração e esforço de torná-la diferente. Caso tenham alguma crítica para as posteriores (ou para esta mesmo), NÃO DEIXEM DE COMENTAR. Avaliações são essenciais!

/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base