Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, abril 29, 2011


O Mundo de Vidro - Maurício Gomyde

Comments
Oi gente!! Tudo certinho?
Eu nunca sei como começar um post rs, mas o tempo melhora isso.
Hoje apresento para vocês a resenha do livro O Mundo de Vidro que me rendeu muitas risadas no decorrer da leitura. Espero que gostem...


Sinopse: Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa? Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém? Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? E quando não se admite a óbvia paixão por outra pessoa? Neste seu primeiro e hilariante romance, Mauricio Gomyde conta a história de duas pessoas, Ele e Ela, tentando responder estas aparentemente simples perguntas. Passeando com extrema facilidade tanto pela linguagem refinada e sutil quanto pela tosca, Mauricio Gomyde nos brinda com um livro de leitura fácil e extremamente agradável.






Eu ganhei este livro do autor em fevereiro, mas só agora que eu consegui ler. Para quem não viu fiz uma entrevista com ele aqui.


O Mundo de vidro é um romance muito bem escrito, de narrativa fácil e realmente muito engraçado. É escrito em terceira pessoa e garanto uma  leitura gostosa e nem um pouco cansativa.
Um fato interessante é que os personagens principais são nos apresentados como Ele e Ela, não aparecendo em momento algum o nome dos dois.
Ele e Ela se conhecem de maneira inusitada, Ele é meio absurdo, meio desengonçado, Ela é o que se pode chamar de pessoa centrada, bem sucedida, com os pés no chão e é nesses dois mundos totalmente diferentes que o livro se desenvolve.



Um destaque para o Horácio, o papagaio d'Ele, ele é meio desbocado, mas é um fofo, até queria um pra mim.


Beijinhos
Lis

quinta-feira, abril 28, 2011


Trailer Harry Potter e as Relíquias da Morte (parte 2)

Comments
Alguém mais não aguenta mais esperar para assistir HP e as Relíquias da Morte parte2? Eu estou até me preparando emocionalmente para não chorar tanto no cinema, sim sou muito chorona.
Então, para começarmos a sentir falta de Harry, que tal conferir o último trailer...



E para uma sensação de nostalgia olha só o primeiro trailer da saga (destaque para a carinha de criança inocente do Daniel Radcliffe rs)

                                    

Beijinhos
Lis



terça-feira, abril 26, 2011


Crescendo - Becca Fitzpatrick

Comments
Boa Tarde pessoas!!
Era para eu ter postado ontem, mas acabou não dando tempo, creio que meu dia deveria ser de no mínimo umas trinta horas para dar conta de tudo que planejo fazer, sério, nunca da tempo suficiente pra fazer tudo.
Bom, vamos para o que interessa...


Este post, bem como a sinopse, podem conter spoilers do livro anterior, Sussurro


Sinopse: A vida de Nora Grey ainda está longe de ser perfeita. Sofrer uma tentativa de assassinato não foi a melhor das experiências, mas, pelo menos, Nora ganhou um anjo da guarda: Patch, que de angelical não tem absolutamente nada. Ele é lindo, irresistível, misterioso... e é seu namorado. O problema é que ele tem sido cada vez mais evasivo, e , o pior: parece muito interessado na grande inimiga de Nora, Marcie Millar.
Não fosse isso, Nora jamais teria notado Scott Parnell, velho amigo da família, que acaba de voltar para a cidade. Ainda que na maior parte do tempo ele a deixe furiosa, é impossível não se sentir atraída. Lá no fundo, porém ela tem certeza de que Scott guarda um segredo.
Atormentada por constantes visões do pai, inexplicavelmente assassinado anos antes, Nora começa a se perguntar se há alguma conexão entre a morte dele e o fato de pertencerem a uma linhagem de nefilins. Nora quer descobrir o que realmente aconteceu, mas isso é muito arriscado. É melhor que algumas verdades fiquem mortas e enterradas - do contrário, podedm destruir tudo aquilo em que você acredita.


Estou com este livro tem um tempinho, acho que comprei assim que lançou, porém eu li tanta resenha falando mal da Nora que fui desanimando e acabei adiando um pouco a leitura.
Eu não achei a Nora chata, só achei ela meio perdida, tem a crise no namoro com o Patch, ela também começa a descobrir algumas coisas sobre a morte do seu pai, portanto achei que estava é sobrecarregada, muita coisa acontecendo, muita informação, então é uma boa justificativa para o estado meio perdido e insegura dela.
Neste livro surge o Scott, ele foi amigo de infância da Nora, tem hora que é meio ogro, meio idiota, mas rendeu algumas risadas...


"Scott tossiu com a mão na boca, mas percebi que estava tentando esconder um sorriso.
-Vamos ser honestos. As ruivas são um perigo.
Apertei os olhos.
-Não sou ruiva.
Ele deu um grande sorriso.
-Podia ser pior. Seu cabelo podia ser cor de abóbora. Abóbora tipo Dia das Bruxas." Página 98


Uma coisa triste em Crescendo é que o Patch aparece menos, não tão pouco assim, mas eu gostaria que ele tivesse bem mais aparições, ele merece vai rs, se bem que quando aparece é para desconcertar qualquer um...


"(...)Seus olhos estavam completamente negros, a respiração, lenta e profunda. Fiquei daquele jeito, presa entre ele e a parede, meu coração acelerando à medida que eu tomava mais consciência de seu corpo e o perfume masculino de couro e hortelã que se despendia da sua pele. Senti que minha resistência começava a ceder." Página 125


O meu maior problema foi quando o livro acabou, sério muita injustiça acabar ali, queria no mínimo mais uns três capítulos, pelo menos para sanar um pouquinho da minha curiosidade. Agora só aguardar o próximo lançamento, com certeza eu vou entrar em crise aqui esperando.


Beijinhos
Lis

segunda-feira, abril 25, 2011


Entrevista com Mauricio Gomyde

Comments
Oi pessoas!! E ai se empanturraram muito de chocolate?
Hoje trago para vocês um entrevista com o autor do livro O Mundo de Vidro, Maurício Gomyde, eu adorei a  entrevista, espero que vocês gostem também :)


Para começar, nos conte um pouco sobre você.
Sou uma pessoa super comum. Apenas um contador e cantador de histórias, mais nada. Gosto de falar de situações comuns, sem linguagem rebuscada, sempre com humor e romance. Acho que li muitos livros assim, e me interessei pelo estilo. Acho que a leitura deve levar cada um a ter prazer por viajar na história, e eu tento isso, sempre. Bom, eu nasci em São Paulo, mas moro em Brasília. Sou músico também. Toco bateria e componho. No meu blog www.mauriciogomyde.com tem algumas canções e também informações sobre literatura. 

Nos conte um fato engraçado que já aconteceu com você.
Caramba, tá me escapando alguma realmente boa que valha a pena contar. Sempre acontecem situações hilárias, e eu acabo, inclusive, passando pras histórias que escrevo. O importante, acho, é levarmos sempre a vida na boa, sem darmos tanta importância a pequenas coisas. Acho que, assim, tudo fica sempre a um pequeno passo de ser perfeito. 

Quando despertou a vontade de ser escritor?
Sempre quis contar minhas histórias. Acho que a gente nunca sabe precisamente o momento em que isso passa a ser uma necessidade. Mas minha família é de gente que escreve bastante, então eu sempre li muito. Acho que foi um caminho natural. Gosto de escrever porque é uma fuga, uma forma de contar coisas que não aconteceriam necessariamente na vida real.


Como surgiu a ideia para o livro O Mundo de Vidro?
O livro tem um meta-livro, que são uns emails que Ela (as personagens se chamam 'Ele' e 'Ela') começa a receber anonimamente. Na verdade, eu comecei pelos emails. Não sabia no que ia dar. A construção da história foi posterior. Como sempre digo: a gente sabe como começa, e nunca como termina um livro. rs


Qual é a maior dificuldade em compor um personagem?
A dificuldade está em torná-lo crível, verossímil. Claro que você pode fazer um tipo de literatura em que os personagens sejam mesmo impossíveis. Mas nos livros que escrevo os personagens são reais, pessoas comuns. Então a gente precisa definir como ele será, o que vai falar, como vai falar e agir. O desafio é grande e ao mesmo tempo a parte mais gostosa da coisa, que é criar.

O que os leitores devem esperar de O Mundo de Vidro?
Eu sempre digo que é difícil agradar a todos, porque cada pessoa tem uma história, tem experiências anteriores, já leu um monte de livros sempre diferentes do que nós lemos. O livro é leve, é divertido, tem partes engraçadas e outras românticas. Quem curte o estilo acho que vai gostar. Espero que muitos dos seus leitores gostem deste estilo de escrita.

Tem outros projetos envolvendo algum outro livro? Se sim pode nos contar um pouco?
Eu estou com um livro pronto, chamado "Infelizes para Nunca". Mas lançarei outro antes. Comecei a escrever há um mês e estou gostando bastante. Acho que, na sequencia do O Mundo de Vidro, este terá mais sentido. Não tem nome ainda, mas acho que está bem legal. Em breve terei mais novidades!


Maurício, finalizando gostaria de agradecer por ceder a entrevista e deixo este espaço para deixar uma mensagem para os leitores.
Eu só tenho a te agradecer, Lis, pelo espaço que abriu no Batalha Literária. Acho que os blogs são uma saída maravilhosa pra todos os escritores e leitores que desejam conhecer coisas que estão fora do grande esquema. Muita gente boa fazendo ótima literatura, e é gratificante ler que os blogs tem aberto espaço pra literatura nacional. Aos leitores: não deixem de acompanhar os blogs! Não deixem de procurar as novidades! Vocês podem e vão se surpreender! :)
Obrigado, Lis, e sucesso pra todos nós.

sábado, abril 23, 2011


Feliz Páscoa!!!

Comments



Oi gente, e aí já começou a entrega de ovos de páscoa para vocês?
Pois é, eu estou na esperança de vim mais rs, vamos ver até amanhã como fica.

Gostaria de desejar para vocês e para toda a família uma páscoa abençoada, que o domingo seja repleto de paz e muita união na família de vocês.

Beijinho
Lis




P.S.: Um beijo super especial para minha irmã que me deu um ovo de páscoa fofíssimo que estou até com dó de desembrulhar... obrigada Susy =]

quinta-feira, abril 21, 2011


O Véu - Willian Nascimento

Comments
Oi gente!!
Eu juro que não sabia que essa semana na faculdade seria tão conturbada, mas enfim as provas acabaram portanto correria agora só daqui dois meses mais ou menos. Bom, então vamos a resenha de hoje :)



Sinopse: Como uma barreira tão fina pode esconder tão grande verdade?
Ana teve uma infância feliz ao lado de suas tias em Três Corações. Com elas, a garota aprendeu a sonhar e acreditar em toda forma de magia que o mundo tinha a oferecer.
Porém, crescer significou também amadurecer, e ambas as coisas fizeram abdicar das fantasias do passado.
Porém, agora, as histórias contadas em volta da fogueira há tempos atrás voltaram com toda força, quando aquele que esteve ao lado de Ana o tempo todo parece esconder um grande segredo.
Teria você também coragem para atravessar o véu?




Eu fiquei encantada com este livro, está até difícil de fazer a resenha.
O livro tem como base a história de Ana, uma garota que após presenciar a morte das tias se tornou uma pessoa totalmente cética, deixando de acreditar em vários mitos e fantasias que sempre a havia acompanhado, histórias que eram contadas por suas tias.
Ana ficou totalmente abalada com a morte delas e tendo apoio de seu amigo Ian, conseguiu superar a dor da perda, porém nunca mais acreditando no mundo de fantasias que suas tias haviam apresentado a ela um dia, porém seu ceticismo vai por água abaixo quando presencia uma cena totalmente inacreditável, trazendo de volta todo seu passado.

Gente não tem como falar mais sem soltar algum spoiler, o livro é ótimo, achei muito bem escrito, o Willian soube desenvolver bem a fantasia no universo que ele inventou.
 A leitura é bem dinâmica, embora seja longa (496 páginas) em momento algum é cansativa. Honestamente eu não tenho crítica negativa nenhuma do livro, sério não achei defeito algum. E o melhor está disponível no blog do autor para dowloads \o/, então pessoas o que estão esperando para baixar?? Tenho certeza que não haverá arrependimentos.

Espero que gostem da resenha e quem ler o livro me conte o que achou depois :)
Beijinhos
Lis

domingo, abril 17, 2011


Entrevista com Willian Nascimento

Comments
Oi gente, como estão?

Venho apresentar para vocês hoje o autor Willian Nascimento, que me atendeu ao meu pedido de entrevista super rápido, e fiquei super agradecida. Ele é autor da série O Véu, que é ótimo por sinal.
Para vocês conferirem, aqui tem o skoob e o blog dele que é ótimo!!
Espero que gostem da entrevista...


Willian, para começarmos fale um pouco sobre você, hobbies, o que gosta de fazer?
Saudações. Além de escritor de fantasia contemporânea, também sou graduando em História na Universidade Federal do Rio de Janeiro e gerencio o Blog Por Detrás do Véu, onde gosto de discutir literatura, fantasia e História. Dentre meus Hobbies favoritos estão a leitura, a escrita e a apreciação de um bom filme. Além, é claro, de uma boa partida de RPG.


Conte-nos um fato engraçado que aconteceu contigo.
Engraçado? Bem, isso é relativo. Pois é aconteceram coisas muito engraçadas nessa última semana, mas acho que não será cômica para vocês, visto que não estavam presentes no contexto. Mas algo bem legal foi nessa reta final de páscoa, tentar comprar alguns chocolates que tiveram que ficar para o final. As lojas, como todos devem saber, estão um verdadeiro caos, com gente alucinada e gulosa - onde eu me incluo - andando e esbarrando nas pessoas por todos os lados, tocando e amassando os ovos na vã tentativa de garantir o seu. Aconteceu que estava eu, já na última loja do shopping perto da minha casa onde vendiam chocolates atrás de um para me presentear (isso mesmo, eu ia me dar o ovo de páscoa. Afinal, já tinha comprado para todos, então eu tinha o direito de comprar um para mim mesmo), quando finalmente o encontrei. Era o único visível que havia sobrado na loja e eu já estava cansado e queria voltar para a casa. Bem, me aproximei dele e fui pegá-lo, quando que por uma questão de segundos vi meu ovo ser levado para longe de mim pela mão de uma senhora que passava rapidamente. Ela sequer havia me visto e eu fiquei ali, parado com a mão estendida no nada, basicamente entre a vontade de tomar o ovo da mão da mulher e chorar de desapontamento. Acho que eu estava com uma cara de criança desolada, pois em questão de segundos passou uma outra mulher, um pouco mais jovem e me estendeu um ovo igual.
-Toma-ela disse- Meu filho disse que não gosta deste.
Sem dizer nada, eu segurei devagar e delicadamente o chocolate estendido. Parecia uma cena dramática, onde a bondosa madame oferecia comida ao desabrigado. Agradeci, não conseguindo resistir a vontade de rir. Ela também riu e comentou que tinha visto minha cara de desolação e ficou com pena de mim. Não gosto de expressar pena nos outros, mas confesso que não estava em condições de me fazer de orgulhoso  ou benevolente. Como chocólatra incurável, aceitei o ovo depois de garantir que o filho da senhora não sentiria falta e fui para casa.
Não sei se foi realmente engraçado, mas fiquei o dia inteiro rindo da cara da mulher e imaginado que tipo de expressão eu tinha no rosto para conseguir despertar tanta comoção nela.


Quando surgiu a vontade de ser escritor?
A vontade de escrever veio quase que como forma de suprir a ausência de fantasia que o fim das partidas de RPG com meus amigos promoveu. Eu era um dos narradores e por isso vivia criando histórias. Então, sem poder narrar aventuras, acabei acumulando enredos e personagens em minha cabeça que só puderam ganhar vida através da escrita.


Nas composições de seus personagens, você se inspira em pessoas de seu convívio?
Um pouco. Normalmente gosto de pegar várias características, tanto de pessoas que conheço quanto de personagens fictícios, e misturá-las para produzir um ser novo. Assim, cada personagem meu é uma organização multifacetada de pessoas, reais ou não, que de alguma forma marcaram minha vida.


O Véu será publicado em 30 de Maio, teve alguma dificuldade para encontrar editora para a publicação do livro?
Foi até bom você tocar no assunto, pois aproveito assim o espaço para fazer uma pequena correção: O dia 30 de maio era uma previsão feita "por alto" para o lançamento de O Véu, contudo, com alguns problemas pelos quais a editora Arielli está passando, esta data teve de ser adiada. Acredito que ainda este ano tenhamos a data definitiva, mas por enquanto, a obra continua sem publicação.
E, agora sim, respondendo a sua pergunta: lancei o Véu em Formato digital por reconhecer suas limitações para ser publicado, visto que além de eu ser um autor iniciante, seu preço em uma pequena tiragem ficaria muito grande devido ao seu volume. Com isso, não investi muito em encontrar editoras para a publicação de O Véu, preferindo divulgá-lo na rede de forma a firmar o meu nome. Mas o engraçado foi como essa minha estratégia acabou por atrair algumas propostas de publicação, mas que não me agradaram até a Nessie vir e me apresentar a proposta da Arielli. Agora é questão de aguardar.

De onde veio a inspiração para escrever O Véu? Quanto tempo aproximadamente demorou para ficar pronto?
O Véu foi um mundo criado para servir de base uma grande aventura de RPG. Ele foi concebido pouco antes de suspendermos as atividades do grupo, mas a história jamais abandonou a minha cabeça. Aos poucos ela foi ganhando vida própria e o enredo quase que sendo feito sozinho, até que eu finalmente fui capaz de escrevê-lo.


Tem outros projetos envolvendo outro livro? Se sim pode nos contar um pouco.
Alguns, que só estão aguardando as férias da faculdade para eu poder me dedicar a eles. O primeiro projeto seria um "volume 0" de O Véu, onde eu contaria a história de Ian, antes de conhecer Ana. Seu título provisório é "Despertar". No outro projeto, pretendo em uma trilogia explorar um pouco a temática angelical tão em voga nesse ano de 2011. Uma trilogia chamada "O Salto", onde quero trabalhar tanto romance e fantasia, quanto mistérios e intrigas. Todos em cenário contemporâneo.


Willian, finalizando gostaria de agradecer muitíssimo a entrevista e deixo este espaço para deixar um recado para os leitores.
Bem, sou eu quem devo agradecer ao espaço que me foi fornecido no Batalha Literária. Fico muito feliz que tenham tantos sites engajados na tarefa de promovera literatura nacional, que ainda se encontra muito eclipsada pela produção estrangeira mas que começa a mostrar que tem potencial para produzir boas histórias e proporcionar bons momentos para seus leitores.
Agradeço muitíssimo à Lis pela oportunidade e desejo que todos os leitores excelentes momentos de intensa fantasia.
Abraços


sábado, abril 16, 2011


Eu recomendo... Filme Almost Famous

Comments
Oi pessoal!! Tudo certinho?

Hoje trago para vocês uma dica de um filme muito bom Almost Famous, ou Quase Famosos que foi o nome lançado aqui no Brasil.
O filme foi lançado em 2000, mas super recomendo para quem ainda não assistiu, principalmente se tu gosta de música de muita qualidade, pois é o que mais tem no filme.

   (Poster do filme nos EUA)





Sinopse: Um fã ávido por rock'n'roll consegue um trabalho na revista americana Rolling Stone, para acompanhar a banda Stillwater em sua primeira excursão pelos Estados Unidos. Porém, quanto mais ele vai se envolvendo com a banda, mais vai perdendo a objetividade de seu trabalho e logo estará fazendo parte do cenário rock dos anos 70.





Tem uma cena linda do filme, a minha favorita (não achei legendada para colocar aqui), eles estão cantando Tiny Dancer no ônibus... confiram



Gente, espero que tenham gostado da dica e assistam o filme =)
Um bom fim de semana
Beijinhos
Lis

quarta-feira, abril 13, 2011


Tormenta - Lauren Kate

Comments
E ai galerinha como estão?
Bora conferir a resenha de Tormenta?




Este post, bem como a sinopse, podem conter spoilers do livro anterior, Fallen

Sinopse: Quantas vidas você precisa viver antes de encontrar alguém que valha a pena morrer? Como consequência do que aconteceu na Sword&Cros, Luce foi escondida por seu namorado que é um anjo amaldiçoado, Daniel, em uma nova escola repleta de Nephilim, descendentes de anjos caídos e seres humanos. Daniel prometeu que ela estará segura aqui, protegida daqueles que querem matá-la. Na escola a Luce descobre o que as Sombras que a seguiram durante toda a sua vida significam – e como manipulá-las para ver dentro de suas outras vidas. Ainda assim, quanto mais a Luce aprende sobre si mesma, mais ela percebe que o passado é sua única chave para desbloquear seu futuro… e que Daniel não lhe disse tudo. E se a versão dele do passado não é bem como as coisas realmente aconteceram… e se a Luce era para estar realmente com outra pessoa?




O livro começa no exato momento que termina Fallen, com uma conversa entre Cam e Daniel, que a principio achei estranho, pois eles não eram tão amigos assim no final de Fallen.
Após a batalha no final de Fallen, Luce sai de Sword&Cross e Daniel a matricula em Shoreline, uma escola para nefilins dizendo que era para a proteção dela, porém não dá muitas explicações, deixando ela em alguns momentos meio que frustrada.
Eu achei o Daniel super mandão neste livro, totalmente exagerado na proteção, acabando se passando pelo tipico cara bem machista


"- Vai ficar aqui no campus até eu dizer o contrário - ele bufou sentindo a raiva crescer - Odeio ter que lhe impor essas regra, Luce, mas... Estou fazendo tanta coisa para mantê-la segura. Não vou deixar nada acontecer com você."


Ele sempre fala que é o melhor para ela, mas até eu ficaria super irritada com o comportamento possessivo dele, sem nunca dar grandes explicações.




E tem também o Miles, aluno da Sheroline que aparece para dar uma balançada em Luce, o cara é um fofo, super simpático e sempre está ali, ao contrário de Daniel, que aparece raramente e quando aparece briga com ela. Então diga se não é para ficar balançada quando um Miles aparece em sua vida?!


A narração é em terceira pessoa, e mesmo eu preferindo narrações em primeira pessoa, achei que assim ficou melhor pois é um livro que tem muita informação, e vários acontecimentos, se fosse com a visão de um só personagem ficaria faltando muita coisa. Embora muitas pessoas reclamem da narrativa de Lauren, eu gostei, no começo achei meio devagar, mas é só você ir lendo que se adapta ao ritmo.


Bom se eu contar mais, vou acabar soltando algum spoiler aqui
Agora, quem leu Fallen e ficou achando um absurdo acabar ali, curiosissimo com a continução, o final de Tormenta é ainda mais torturador, pois acaba e você fica ali pensando não acredito, cadê a próxima página? Pois é, é frustrante.
Bom se eu contar mais, vou acabar soltando algum spoiler aqui =)






Beijinhos!!!

terça-feira, abril 12, 2011


Novidades aqui

Comments
Oi pessoas!!

Bom, eu sou a Lis e conheci a Lilia através do Leituras & Fofuras e ela se tornou uma pessoa muito querida, sempre aguentando as minhas azucrinações, eis que conversando com ela, falando do meu interesse em fazer um blog, ela me dá a oportunidade de estar presente aqui, opinando sobre livros, músicas, filmes e outras coisinhas mais e com certeza espero sugestões.
Essa semana se a faculdade me permitir vou estar terminando de ler Tormenta da Lauren Kate e O Véu do Willian Nascimento, assim que terminar vou postar resenha aqui, então venham conferir :)

Espero que gostem e opinem bastante =)

beijinhos
Lis
/
Related Posts with Thumbnails
 

Design by / Thema base